Quinta, 09 de Dezembro de 2021
21°

Muitas nuvens

Goiânia - GO

Brasil Mulheres do Sec 21

Mulher do século 21, Focadas em trabalho, independência e Estilo de Vida

Nos últimos anos, as mulheres conquistaram maior espaço no mercado de trabalho

14/11/2021 às 11h10 Atualizada em 14/11/2021 às 11h25
Por: Redação AQG Fonte: Redação AQG
Compartilhe:
Foto IG Aqui em Goiás
Foto IG Aqui em Goiás

Antigamente, as mulheres eram preparadas para o casamento, cuidar da casa e educar os filhos. Com isso, o público feminino não tinha direito à opinião, decisão política e, tampouco, recursos financeiros independentes de homens.

Ao longo dos anos, a sociedade se transformou e com isso, as mulheres galgaram diversas vitórias. A oportunidade de ingressar no ambiente acadêmico, direito de voz e expressão, de escolher ter ou não filhos e independência financeira são algumas das importantes conquistas das mulheres dos últimos séculos.

Tais conquistas se devem ao movimento que reivindica equidade entre os gêneros – feminino e masculino – e que ganhou fôlego em várias partes do mundo no século 21, ampliando o alcance sobre sua importância com ajuda da internet e assim, ganhando novas formas de mobilização e organização.

No Brasil, a lei Maria da Penha foi criada para prevenir e coibir a misoginia (conceito que caracteriza aversão às mulheres) que ocorre por meio da violência física e emocional – como xingamentos e humilhações. A partir da lei, que completa 15 anos em agosto, varas e juizados especializados da defesa da mulher cresceram mais de 26 vezes, segundo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

As reivindicações por igualdade entre os gêneros já vinham ocorrendo tempos atrás. No início do século 20, mulheres se juntaram para reivindicar pautas que incluíssem a participação, como o direito ao voto.

A partir de tantas lutas, as mulheres – que hoje representam a maior parte da população no mundo – vêm conquistando significativos avanços nas questões sociais, econômicas e também culturais.

Hoje, há um crescimento da presença feminina em posições de chefia e CEO levels dentro de corporações renomadas e também cargos políticos governamentais de relevância.

Segundo a especialista em inteligência de mercado e CEO da Wish International, Natasha de Caiado Castro, as conquistas das mulheres foram um divisor de águas. “A luta por equidade e respeito ainda é diária, mas representa um grande avanço para as mulheres que pretendem adquirir mais independência, tanto emocional quanto financeira da figura masculina. A mulher do século 21 sabe o que quer -seja viajar, investir na carreira ou família- e corre atrás de seu sonho com mais força e vontade, em comparação com séculos anteriores. Isso é um grande marco para a sociedade”, afirma.

As jovens da atualidade entendem que homens e mulheres precisam ter as mesmas oportunidades e dividir responsabilidades. Com o crescente número de mulheres ganhando independência financeira, diminuiu a influência dos homens, como maridos e pais, nas decisões sobre os rumos de suas vidas. As mulheres não querem mais competir com os homens e sim construir projetos junto a eles, de forma colaborativa.

Tendo seu próprio dinheiro, elas conseguem impor suas opiniões e investir no seu crescimento pessoal e profissional. As mulheres estão constantemente aprendendo e crescendo, elas enxergam o trabalho como fonte de realização.

O dinheiro assume uma função lúdica, tornando-se meio de acesso ao que dá prazer e faz feliz. O objetivo maior hoje é alcançar a liberdade de poder ser o que se é. Poder desenvolver os próprios talentos, conseguir dizer “não” e trabalhar muito – no que gosta –, mas ter tempo para estar com a família.

Falando em família, elas tendem a ser menores. Em 1960, a taxa de fecundidade da mulher brasileira era de 6,28 e, hoje, está em 1,86. A projeção é que, em 2030, 20% das brasileiras não terão filhos.

E o que podemos esperar no mundo corporativo? Ter o negócio próprio é o principal sonho das brasileiras. Em 2010, apenas 24% das mulheres eram empreendedoras. Em 2020, serão 42%.

Estamos ganhando cada vez mais espaço e impondo nossas próprias regras. Hoje, somos mulheres multifuncionais, com diversas responsabilidade e papéis. E estamos muito bem, obrigada.

 

 

Fontes: I. BCG; II. Época Negócios; III. Exame PME; IV. Meio & Mensagem; V. IBGE Censo 2010; VI. PNADS 1992; VII. IBGE 2009; VIII. Levantamento Cenários 2020, Sebrae.

Sites: wickbold.com.br // mundorh.com.br/

Empreendedorismo
Empreendedorismo
Sobre
Goiânia - GO Atualizado às 04h32 - Fonte: ClimaTempo
21°
Muitas nuvens

Mín. 19° Máx. 30°

Sex 31°C 19°C
Sáb 31°C 20°C
Dom 30°C 20°C
Seg 27°C 20°C
Ter 28°C 23°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Enquete
Anúncio