Quarta, 18 de Maio de 2022
14°

Alguma nebulosidade

Goiânia - GO

Cultura Goiás

“Estamos voltando a realidade, saindo de um pesadelo”, diz Caiado na Procissão do Fogaréu

Tradicional celebração cristã, que ficou suspensa dois anos devido à pandemia de Covid-19, retorna ao calendário cultural com apoio do Governo de Goiás que repassou R$ 260 mil para viabilizar o evento

14/04/2022 às 13h58
Por: Admin AQG Fonte: Secom Goiás
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Goiás
Foto: Reprodução/Secom Goiás

Vestes coloridas, capuzes pontiagudos e tochas rompendo a escuridão. Os elementos, típicos da Procissão do Fogaréu, tomaram as ruas da cidade de Goiás após hiato de dois anos devido à pandemia de Covid-19. “Estamos muito emocionados, parece que é o primeiro Fogaréu que estamos assistindo!”, disse o governador Ronaldo Caiado durante o evento, na madrugada desta quinta-feira (14/04). Ele ainda anunciou o retorno da realização das Cavalhadas no município.

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), repassou R$ 260 mil para viabilizar o evento, por intermédio do Programa Estadual de Incentivo à Cultura – Goyazes. “Está tudo arrumadinho, não tem nada de improvisação. A verba chegou antecipada e com isso houve condições de fazer tudo em ordem”, frisou Caiado. "Vocês não imaginam a minha alegria em estar aqui hoje, tem um sabor diferente. Estamos voltando a realidade, saindo de um pesadelo com esse momento de confraternização", completou.

O governador chegou, ainda no começo da tarde desta quarta-feira (13/04), à cidade de Goiás. Caminhou pelas ruas da antiga capital do Estado, visitou a Praça do Coreto, dialogou com a comunidade e recepcionou autoridades no Palácio Conde dos Arcos. Ao sair para acompanhar a Procissão do Fogaréu foi aplaudido pelos fiéis e acompanhou junto à população o cortejo.

“A Procissão está abrindo o tempo para que a gente possa abraçar um ao outro e a cidade de Goiás se abre com toda sua beleza e exuberância”, disse o prefeito Aderson Gouvea. Ele conta que o evento foi o primeiro do calendário tradicional do Estado a não ser realizado devido à pandemia de Covid-19 e, agora, é o primeiro a voltar. Reconhecida como Patrimônio Cultural Imaterial do Estado, a celebração relembra os últimos dias de vida de Jesus Cristo e contou com a participação de milhares de fiéis.

“Um ponto importante é que a procissão do Fogaréu se torne Patrimônio Imaterial do Brasil", comentou o governador, acompanhado da primeira-dama Gracinha Caiado. A solicitação foi feita pelo Governo de Goiás ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), como conta o chefe do Executivo estadual, com todos os documentos incluídos para que a celebração ganhe esse reconhecimento nacional o mais rápido possível.

O casal Helena Maria Cossão e Álvaro Salvador Cossão, moradores de Nazário, no Centro goiano, estavam encantados com a primeira vez na procissão. “Visitamos a cidade outras vezes, mas não no Fogaréu. Acompanhamos muitas celebrações da igreja católica, mas essa aqui foi a mais emocionante e bonita que já vi”, afirmou Helena. “Sempre quis vir para ver o Fogaréu”, reforçou Álvaro.

A Procissão do Fogaréu é realizada há 277 anos em Goiás e simboliza a busca e prisão de Cristo. Foi introduzida no Estado pelo padre espanhol João Perestello de Vasconcelos Spíndola, inspirado em celebrações que remontam à Idade Média. Os farricocos representam os soldados romanos. Os personagens foram inspirados nos penitentes do século XV, que podiam pagar seus pecados sem precisar revelar sua identidade, por isso os trajes longos e o rosto coberto.

Cavalhadas

Além do retorno do Fogaréu, o Governo de Goiás também anunciou para esse ano, em outubro, a volta das Cavalhadas no município. “Por um período de 70 anos não tivemos isso e agora estamos resgatando”, frisou Caiado. Segundo o secretário de Cultura, César Moura, é realizado todo um trabalho histórico para o evento e o Estado já destinou R$ 100 mil reais em 2021 e o mesmo valor será destinado em 2022. “Esse ano, o recurso é para fazer a festa, com camarins e toda a estrutura necessária”, acrescentou.

A volta dos eventos foi comemorada pelo secretário municipal de Turismo da cidade de Goiás, Rodrigo Santana. Ele pontua que isso ressalta o valor histórico e atrai renda para o município. “O desenvolvimento do turismo só tem sentido se valorizar e gerar oportunidades para as pessoas do lugar. São elas que fazem e refazem a nossa história”, reconheceu.

Semana Santa

Além da Procissão do Fogaréu, a cidade de Goiás realiza outras celebrações durante a Semana Santa, que segue até domingo (17/04). Ainda nesta quinta-feira (14/04), às 19h, haverá a Missa do Lava-pés e da Santa Ceia do Senhor, seguida da adoração ao Santíssimo Sacramento. Na Sexta-Feira Santa (15/04), uma série de atividades em alusão à Paixão e Morte de Jesus Cristo. Já no fim de semana, acontecem missas e vigília pela chegada da Páscoa.

Também participaram das festividades deputados estaduais e federais, secretários de estado, outras autoridades federais, estaduais e municipais, além de representantes de classe e entidades populares.

Fonte: Secretaria de Comunicação - Governo de Goiás

Goiânia - GO Atualizado às 10h23 - Fonte: ClimaTempo
14°
Alguma nebulosidade

Mín. 11° Máx. 20°

Qui 22°C 6°C
Sex 24°C 8°C
Sáb 28°C 11°C
Dom 31°C 16°C
Seg 28°C 15°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Enquete
Anúncio