Banner Top - 1 Anuncie
Banner Top - Envie sua Noticia
Banner Guitarra Intensiva
MANCHAS DE ÓLEO

Turista goiana relata que entrou no mar e saiu suja de óleo, no Rio Grande do Norte

Ainda de acordo com a goiana, ela não chegou a ver mais pessoas saindo do mar com os resquícios de óleo

01/01/2020 05h39
Por: Kamila Reis
Fonte: Mais Goiás

Uma turista goiana de 38 anos relatou ao Mais Goiás que, ao entrar no mar, na Praia de Tabatinga, no Rio Grande do Norte (RN), na última segunda-feira (30), saiu com manchas de óleo pelo corpo. A praia fica na cidade de Nísia Floresta, a cerca de 65 quilômetros de Natal. A fonte prefere não se identificar.

Não vê nada da praia, nenhum resquício de óleo. Mas ao entrar…”, relata a mulher. Segundo a fonte, o esposo foi quem viu as manchas pelo corpo dela. “Elas só saíram à noite após passar protetor solar no local e massagear”, conta.

Ainda de acordo com a goiana, ela não chegou a ver mais pessoas saindo do mar com os resquícios de óleo. Inclusive, o companheiro dela. “Enquanto meu esposo entrou no mar, eu fiquei bem no raso. Onde fiquei com as mãos no fundo“, explica.

Em uma matéria publicada pelo Estadão Conteúdo nesta terça-feira (31), a informação é de que ao menos 980 localidades de 129 municípios foram atingidas em 11 Estados. Isso inclui praias, rios, ilhas, manguezais e áreas de proteção ambiental permanente. E mais: só em dois locais há manchas, com mais de 10% da praia contaminada.

Do total, pouco mais de metade (507) é considerada “limpa” e outra grande parte (471) só tem 10% de contaminação, conforme balanço do dia 28 do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Após dois meses, o petróleo cru voltou a poluir o litoral norte do Ceará. Os registros desta segunda foram as praias de Caetanos de Cima, no município de Amontada, e de Apiques, em Itapipoca, no litoral norte cearense, segundo a Marinha. Não há informações sobre o Rio Grande Norte, onde a turista goiana encontrou óleo.

Uma das hipóteses levantadas pelo professor da Universidade Federal do Ceará (UFC) Luis Ernesto Bezerra, é o efeito chamado swell. “Esse óleo continua no mar e ondas um pouco mais fortes, criadas por ventos mais fortes, acabam trazendo de volta o óleo que estava em alto-mar”, explica ao Estadão Conteúdo. Outra hipótese é de que ainda pode haver óleo no fundo do mar, e as ondas mais fortes trazem a substância.

 

 

 

*Com informações do Estadão Conteúdo e Mais Goiás

Goiânia - GO
Atualizado às 13h17
29°
Muitas nuvens Máxima: 29° - Mínima: 22°
31°

Sensação

17 km/h

Vento

62%

Umidade

Fonte: Climatempo
BANNER 300X600 GUITARRA
Oportunizando
ASR - MAKE
Banner sessão 1 (política) Bosta em Lata
Oportunizando - Fui Aprovado
Como Vencer a Timidez
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas
ASR - FORMULA GANHAR 10000
Oportunizando 300x250 PH