Domingo, 07 de Junho de 2020 00:31
62 99863-8531
Saúde & Bem Estar SAÚDE

Estresse baixa a imunidade. Veja como fugir dele na quarentena

“O estresse em longo prazo (crônico) se torna prejudicial e reduz nossa resistência a doenças, como as infecciosas e também atrapalha na recuperação delas”, alerta a nutricionista Larissa Cerqueira

01/04/2020 14h22
Por: Kamila Reis Fonte: Só notícia boa
Foto: Elias Sch / Pixabay
Foto: Elias Sch / Pixabay

A imunidade virou preocupação mundial nesses tempos de coronavírus. E para aumentar as defesas do corpo não bastam suplementos, vitaminas e alimentação mais saudável. Também é preciso fugir do estresse.

Não aceite provocações. Ficar irritado, tenso, nervoso, impaciente, brigar com alguém… tudo isso faz baixar a imunidade do corpo humano. A relação entre estresse e imunidade não é fantasiosa. Está na literatura médica.

A nutricionista Larissa Cerqueira, de Brasília, explica que, apesar de o estresse ser uma ferramenta de alerta, uma defesa natural do corpo, quando ele prolonga, ele prejudica a imunidade.


O estresse em longo prazo (crônico) se torna prejudicial e reduz nossa resistência a doenças, como as infecciosas e também atrapalha na recuperação delas”, alerta.

E estresse crônico é mais comum do que se pensa. Está no dia a dia da maioria das pessoas.

São estressores os conflitos duradouros, perdas interpessoais, problemas econômicos, adversidades e traumas… além do medo e insegurança mundial [que vivemos hoje].

 

Motivo

Depois de uma discussão, de chorar, é comum a pessoa se sentir cansada, sem energia. A explicação está nas substâncias que cérebro joga no corpo após uma situação de estresse.

O estresse crônico suprime ou desregula as respostas imunes, desequilibra a produção de substâncias como as citocinas e eleva bastante a produção de cortisol, um hormônio corticoide conhecido como o “hormônio do estresse”. Isso leva a uma inflamação de baixo grau e o bloqueio de células imunoprotetoras”, explica a nutricionista.

 

O que fazer

O melhor a fazer é evitar desentendimentos e dissabores que afetem o seu equilíbrio emocional.

Fuja de brigas, evite mergulhar nos problemas, procure ter um vida mais tranquila e saudável. Também evite duas coisas: excesso de alimentos processados e bebida alcoólica.

“Hábitos saudáveis são eficazes para modular o estresse e evitar quedas do sistema imune”, conta Larissa Cerqueira.

E ela orienta:

É indicada uma alimentação nutritiva com variedade de vitaminas, minerais, gorduras como Ômega 3, rica em fibras…Também são indicados complementos fitoterápicos calmantes, para regular os quadros de estresse crônico”, diz.

É interessante ter uma alimentação rica em prebióticos e probióticos porque intestino saudável tem grande relevância no sistema imunológico”, lembra a nutricionista.

Exercícios físicos regulares, atividades relaxantes como meditação e sono ajustado também ajudam.

 

Como manter o equilíbrio

Para manter o equilíbrio emocional é interessante desenvolver qualidades como a resiliência, que “tende a nos manter mais protegidos mental e fisicamente”.

Procure manter a calma, o equilíbrio e quando surgir uma situação tensa, dê as costas, releve. Isso vai ajudar a combater o estresse e manter a imunidade – não apenas nesses dias tensos de pandemia.

A nutricionista cita um estudo feito na Universidade do Texas, pela equipe do professor Robert Dantze, que faz uma relação entre a resiliência e a força da imunidade para ter resistência a doenças.

O estudo liga a capacidade de nos adaptarmos a adversidades e desenvolvimento da autoestima, flexibilidade, pro-atividade e o otimismo ao fortalecimento da imunidade humana.

 

Goiânia - GO
Atualizado às 00h27 - Fonte: Climatempo
21°
Alguma nebulosidade

Mín. 15° Máx. 30°

21° Sensação
12.7 km/h Vento
88% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (08/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 15° Máx. 29°

Sol com algumas nuvens
Terça (09/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 15° Máx. 30°

Sol com algumas nuvens