Sexta, 30 de Outubro de 2020 16:20
62 99863-8531
Dólar comercial R$ 5,74 -0.36%
Euro R$ 6,69 -0.85%
Peso Argentino R$ 0,07 -0.64%
Bitcoin R$ 82.473,06 +0.46%
Bovespa 93.957,17 pontos -2.72%
Economia CONSUMIDOR

Procon encontra variação de até 334% nos medicamentos em Goiânia

Estudo objetiva incentivar consumidor a pesquisar e buscar o menor preço

18/09/2020 08h42
Por: Kamila Reis Fonte: Mais Goiás
(Foto: Marcelo Casal Jr. / Agência Brasil)
(Foto: Marcelo Casal Jr. / Agência Brasil)

O Procon Goiânia percebeu uma diferença de 334,24% no remédio genérico para hipertensão Aradois ao pesquisar medicamentos em dez drogarias da capital, em nove bairros. A pesquisa trata dos dez medicamentos mais vendidos de 2020, segundo ranking da Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma). O intuito, na verdade, é incentivar o consumidor a pesquisar produtos e optar pelo melhor preço.

Segundo informado, os estabelecimentos fiscalizados estão nos setores Bueno, Central, Pedro Ludovico, Bela Vista, Vila Nova, Nova Suíça, Guanabara, Negrão de Lima e Santa Genoveva. Além do remédio de hipertensão, também foram verificados medicamentos para dor de cabeça, pressão alta, anti-inflamatórios e diabetes que têm mais saída nos balcões de farmácias.

A caixa de Aradois com 30 comprimidos variou de R$ 9,90 a R$ 42,99 (334,24%). Já o Torsilax (12 comprimdos), variou de R$ 4,99 a 13,31 (166,73%). Outro medicamento com diferença expressiva foi o Glifage (500mg/ 30 comprimidos), que serve para tratar diabetes tipo 2: R$ 4,15 a R$ 10 (140,96%).

E ainda: Dorflex (de R$ 4,42 a R$ 5,48); Neosaldina com 4 comprimidos (R$ 4,20 a R$ 5,22). A pesquisa foi realizada de 2 a 10 de setembro. Ela foi publicada pelo órgão de defesa ao consumidor no dia 11.

 

Objetivo do Procon

Segundo o superintendente Walter Silva, não há ilegalidade nos preços, que são regulados pelo dispositivo constitucional que garante o livre comércio, baseados na oferta e procura. Contudo, ela diz que o intuito do estudo é fazer o consumidor pesquisar. Ele afirma que fazer pesquisa é “altamente compensador

“Sugerimos ao consumidor andar com a pesquisa de preço e que avisem ao Procon se ele estiver diferente do catalogado. O cliente é o melhor fiscal. E ele pode buscar o menor preço graças a uma gama de variedades de estabelecimentos.”

Sobre os produtos pesquisados, ele informa que quase todos estão diretamente ligados ao estado emocional gerado pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19). “Febre, tosse, pressão alta, dor de cabeça, etc.” Ele sugere que os consumidores consultem a pesquisa.

 

Ela pode ser conferida na íntegra --> https://www.emaisgoias.com.br/wp-content/uploads/2020/09/Pesquisa-Final.pdf

 

Goiânia - GO
Atualizado às 16h17 - Fonte: Climatempo
26°
Muitas nuvens

Mín. 20° Máx. 27°

27° Sensação
7 km/h Vento
74% Umidade do ar
90% (30mm) Chance de chuva
Amanhã (31/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 26°

Chuvoso
Domingo (01/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 26°

Sol com muitas nuvens e chuva