Segunda, 26 de Outubro de 2020 07:05
62 99863-8531
Geral 'PODEMOS DENUNCIAR'

Mulher trans que conseguiu proteção pela Lei Maria da Penha quer encorajar outras trans agredidas: 'Podemos denunciar'

Jovem foi arrastada pelos cabelos e levou socos no rosto do então namorado, em Rio Verde. Após conseguir medida protetiva, ela conseguiu que o ex saísse de casa: 'Agora posso dormir em paz'.

09/10/2020 08h18
Por: Kamila Reis Fonte: G1
Shakira Costa conseguiu medida protetiva pela Lei Maria da Penha — Foto: Shakira Costa/Arquivo pessoal
Shakira Costa conseguiu medida protetiva pela Lei Maria da Penha — Foto: Shakira Costa/Arquivo pessoal

A jovem transexual que foi agredida pelo então namorado e conseguiu proteção pela Lei Maria da Penha, em Rio Verde, no sudoeste do estado, conta que criou coragem para denunciar as agressões após saber que uma amiga, também trans, havia conseguido medida protetiva. Agora, Shakira Costa do Nascimento, de 26 anos, decidiu compartilhar a própria história para incentivar outras trans a não esconderem os crimes.

Ela manteve um relacionamento com o suspeito, de 28, por quatro meses. Durante esse período, ela relata que foi ameaçada e agredida fisicamente em três ocasiões. Segundo a cuidadora de idosos, que utiliza nome social feminino, ela demorou a procurar ajuda, pois tinha medo de não ser resguardada pela lei.

“Eu não sabia se seria protegida pela Lei Maria da Penha, mas depois me inspirei na minha amiga que conseguiu e, agora, espero que outras mulheres trans se inspirem também. Nós podemos contar com a lei, podemos abrir a boca e denunciar”, diz Shakira.

A jovem conta que sentiu um alívio quando descobriu que a medida protetiva havia sido concedida pela juíza Coraci Pereira da Silva, titular da 2ª Vara de Família e Sucessões de Rio Verde, menos de dois dias após o pedido.

"Me ajudou muito como mulher trans e vai ajudar outras também. Agradeço muito à juíza, porque é uma dádiva. Já tem tanto preconceito com a gente, que isso é um privilégio. Uma proteção e o reconhecimento de ser mulher”, afirma.

 

Agressão

Durante a última agressão, que aconteceu em 16 de setembro, uma semana antes da denúncia, a jovem levou um golpe do ex-namorado, foi arrastada pelos cabelos e levou socos no rosto. Ele também tentou jogar uma garrafa nela, o que deixou vários cacos no chão. Ao ser arrastada, Shakira teve vários cortes na perna.

A jovem chegou a ficar internada um dia em um hospital da cidade para se recuperar. Apesar de as lesões já estarem quase cicatrizadas, o trauma permanece.

É tão triste isso, ser espancada dentro de casa. Até hoje estou machucada por fora e por dentro”, relata.

O ex, que trabalha como servente de pedreiro, chegou a ser detido no dia das agressões, mas foi liberado pouco depois. Ele é investigado por violência doméstica.

 

Goiânia - GO
Atualizado às 06h49 - Fonte: Climatempo
23°
Muitas nuvens

Mín. 19° Máx. 28°

23° Sensação
7 km/h Vento
89% Umidade do ar
90% (15mm) Chance de chuva
Amanhã (27/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 28°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Quarta (28/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 29°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.