Domingo, 07 de Março de 2021 14:04
62 99863-8531
Coronavírus COVID-19

Ao menos duas cidades vacinam pessoas fora dos grupos prioritários a receber doses da CoronaVac em Goiás, diz conselho

Irregularidades foram encontradas em Mineiros e Santa Helena de Goiás. Conselho de Secretarias Municipais de Saúde alertou gestores para não alterarem as prioridades.

21/01/2021 13h57
Por: Kamila Reis Fonte: G1
Imagem divulgada da vacinação contra a Covid-19 em Mineiros — Foto: Reprodução/Instagram
Imagem divulgada da vacinação contra a Covid-19 em Mineiros — Foto: Reprodução/Instagram

Ao menos duas cidades goianas vacinaram idosos acima de 75 anos fora das instituições de longa permanência, como previsto na primeira fase de imunização contra a Covid-19, segundo o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Goiás (Cosems). A situação foi registrada nas cidades de Mineiros e Santa Helena de Goiás, ambas no sudoeste goiano, mas o Cosems informou que podem haver outros casos ainda não notificados no estado.

O G1 entrou em contato com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Mineiros por meio de mensagem, às 9h57 desta quinta-feira (21), e aguarda retorno. Por telefone, a responsável pela pasta informou que responderia “mais tarde” à demanda.

Já a SMS de Santa Helena de Goiás informou à TV Anhanguera que a vacinação das pessoas de 75 anos ou mais que não estão em instituições de longa permanência, como asilos e abrigos, “não influencia” na imunização dos demais grupos prioritários.

Doses da CoronaVac — Foto: Divulgação/Claudivino Antunes - prefeitura de Aparecida de Goiânia

De acordo com o informado pela secretária Letícia Rosa, da SMS de Santa Helena de Goiás, à TV Anhanguera, a cidade recebeu 640 doses, das quais 150 foram direcionadas a esses idosos com mais de 75 anos que não estão em abrigos.

Segundo a secretária, além de todos os idosos nos dois asilos da cidade, que somam 44 idosos, dos profissionais de saúde da rede particular, o município pretende imunizar 67 pessoas.

Letícia também informou à reportagem que, dos 600 profissionais de saúde da rede pública da cidade, 369 não tiveram Covid-19 e esses foram os priorizados na vacinação - portanto os demais devem ser imunizados em outra oportunidade. Porém, não há nenhuma recomendação de autoridades de saúde sobre não vacinar quem já teve Covid-19.

Presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Goiás (Cosems), Verônica Savatim explicou que ainda não tem informações de quantos e quais outros municípios podem estar apresentando a mesma irregularidade. No entanto, de acordo com ela, foi publicada uma nota jurídica alertando os gestores para não fazerem alterações nos grupos prioritários.

“As doses vieram específicas. [...] O grande risco é você deixar de vacinar aquele grupo que ficou definido e vacinar outros que não estavam pactuados. O profissional de saúde, por exemplo, está muito exposto, independente de onde estiver”, pontuou.

 

Prioridades

Segundo a superintendente de Vigilância em Saúde de Goiás, Flúvia Amorim, alguns municípios ainda ficaram com dúvidas sobre o que caracterizam os profissionais da linha de frente do combate ao coronavírus. Ela esclareceu que esse profissional é aquele que "presta assistência direta a pacientes com Covid-19".

De acordo com informe técnico do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 do Ministério da Saúde (MS), as prioridades entre os profissionais da saúde são:

Trabalhadores das Instituições de Longa Permanência de Idosos e de Residências Inclusivas (Serviço de Acolhimento Institucional em Residência Inclusiva para jovens e adultos com deficiência);

Trabalhadores dos serviços de saúde públicos e privados, tanto da urgência quanto da atenção básica, envolvidos diretamente na atenção/referência para os casos suspeitos e confirmados de covid-19;

 

Demais trabalhadores de saúde

Além dos trabalhadores da saúde, que são os primeiros que devem receber as doses, o mesmo documento ranqueia os outros grupos de prioridade:

Pessoas idosas residentes em instituições de longa permanência (institucionalizadas);

Pessoas a partir de 18 anos de idade com deficiência e residentes em Residências Inclusivas (institucionalizadas);

População indígena vivendo em terras indígenas.

 

Goiânia - GO
Atualizado às 14h01 - Fonte: Climatempo
28°
Muitas nuvens

Mín. 20° Máx. 31°

29° Sensação
7 km/h Vento
62% Umidade do ar
90% (25mm) Chance de chuva
Amanhã (08/03)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 29°

Sol com muitas nuvens e chuva
Terça (09/03)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 31°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.