Domingo, 18 de Abril de 2021 00:42
62 99863-8531
Geral 'ME SENTI UM LIXO'

Frentista denuncia que foi agredido por cliente que discutia com colega dele em posto de combustíveis em Goiânia

Segundo trabalhador, confusão começou após mulher se recusar a descer do carro para efetuar pagamento no caixa. Imagens mostram quando ela dá um tapa no rosto do frentista. Ele disse que situação o abalou: 'Me senti um lixo'.

31/03/2021 07h36 Atualizada há 3 semanas
Por: Kamila Reis Fonte: G1
Momento em que mulher agride frentista com tapa no rosto em posto de combustíveis de Goiânia — Foto: Reprodução/TV Anhanguera
Momento em que mulher agride frentista com tapa no rosto em posto de combustíveis de Goiânia — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

O frentista Emerson Lopes Ferreira, de 19 anos, denuncia que foi agredido por uma cliente que discutia com um colega dele no posto de combustíveis em que trabalham, em Goiânia. Um vídeo mostra quando a mulher desce do carro, o empurra e, em seguida, dá um tapa no rosto dele.

“Essa mulher já veio e começou a agredir, falar coisas, me agredir verbalmente. Falei que tinha acabado de chegar ao trabalho. Ela veio atrás e me deu outro tapa na cara. Me senti um lixo”, relatou o frentista.

Em um outro vídeo dá para ver quando a agressora ainda bate a mão no celular do frentista, que filmava a cena. O aparelho caiu no chão e quebrou.

“Minha maior raiva foi de ela ter quebrado meu celular. A gente não tem uma condição legal para comprar outro. Isso revolta muito. Pode ser pouco, mas para nós que não temos nada é muito”, disse ao G1.

 

Discussão

O caso aconteceu na noite de sábado (27). Segundo o frentista, a confusão começou com o colega de trabalho dele após a mulher se recusar a descer do carro e ir até o caixa para efetuar o pagamento do abastecimento pelo cartão, onde ficava a máquina.

Emerson contou que estava chegando ao trabalho quando percebeu a confusão e foi verificar o que estava acontecendo, antes mesmo de vestir seu uniforme. Quando chegou perto do carro, ele relata que já foi agredido pela mulher.

O frentista disse que veio do estado do Pará há oito meses para conseguir melhores condições de vida e trabalho na capital. Ele revelou que está voltando para a cidade natal e que, por isso, já tinha pedido demissão e estava cumprindo aviso na empresa. Por conta do episódio, ele fez um acordo com o chefe para ser liberado antes de o período de aviso terminar.

“Faltavam 11 dias ainda para eu sair. Eu fiquei com muito medo e entrei em um acordo com meu patrão. Ele me liberou e prestou todo apoio”, contou.

O jovem disse que está com muito medo e que, por isso, não havia registrado um boletim de ocorrência na Polícia Civil até a tarde desta terça-feira (30).

 

Goiânia - GO
Atualizado às 00h30 - Fonte: Climatempo
21°
Muitas nuvens

Mín. 18° Máx. 30°

21° Sensação
6 km/h Vento
88% Umidade do ar
90% (15mm) Chance de chuva
Amanhã (19/04)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 18° Máx. 28°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Terça (20/04)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 18° Máx. 27°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.