Domingo, 20 de Junho de 2021 04:31
62 99863-8531
Saúde Saúde

Anvisa diz que faltam documentos para liberação da ButanVac

Após pressão de governadores para autorizar testes da vacina, agência informa que Butantan precisa entregar dados de qualidade

06/06/2021 18h59
Por: Admin AQG Fonte: R7
SP anunciou a ButanVac como a 1ª vacina contra covid feita integralmente no país - (Foto: REUTERS)
SP anunciou a ButanVac como a 1ª vacina contra covid feita integralmente no país - (Foto: REUTERS)

Após pressão dos governadores pela aprovação da ButanVac, vacina contra a covid-19 produzida no Brasil pelo Butantan, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) divulgou nota, neste domingo (6), afirmando que ainda aguarda documentos do instituto paulista para que a análise do imunizante seja concluída.

No fim da semana passada, o governador do Piauí e coordenador do Fórum dos Governadores do Brasil, Wellington Dias, enviou carta à agência reguladora pedindo agilidade na aprovação para a realização dos testes das fases 1, 2 e 3 pelo Butantan.

Leia também: O que se sabe sobre a ButanVac, a vacina brasileira contra covid

Em depoimento à CPI da Covid em 27 de maio, o presidente do instituto, Dimas Covas, afirmou que há a previsão de disponibilizar ao menos 40 milhões de doses da ButanVac até o fim do ano.

"Estamos produzindo 6 milhões, vamos produzir 18 milhões até julho em risco, produzir a vacina e deixar a vacina aguardando os resultados do estudo clínico. Sendo aprovada, nós já vamos estar com a vacina pronta, pra fornecer ao Brasil", disse.

Como estratégia para pressionar a Anvisa a liberar os testes do fármaco, Wellington Dias frisou que vacina confere autonomia ao país para avançar na imunização da população, mas a distribuição e uso dependem da autorização da reguladora.

"O prazo para os testes é de aproximadamente 90 dias. Portanto, chance real de em setembro, com empenho da Anvisa, ter a liberação da vacina Butanvac para o povo brasileiro e outros países", declarou o governador do Piauí na semana passada.

Na nota publicada em seu site neste domingo, o órgão federal destacou que o processo para liberação dos estudos clínicos encontra-se em fase de "exigência". "Isso quer dizer que os especialistas da Anvisa aguardam que o Instituto Butantan complete a apresentação da documentação necessária para que a análise científica seja concluída", diz o texto.

Ainda conforme a agência sanitária, o Butantan se comprometeu a entregar as informações faltantes até segunda-feira (7). Os dados se referem à análise de qualidade da vacina. "A entrega da documentação a agência é condição essencial para permitir a finalização da análise. Sem a entrega das informações não é possível a conclusão do processo", argumenta.

A Anvisa destacou ainda que o instituto deu entrada no processo de autorização para testagem da vacina há exatos 72 dias e, desde então, houve "intensas trocas de informações oficiais". 

"O Instituto Butantan deu entrada junto à Anvisa, na data de 26/03/2021, do Dossiê de Desenvolvimento Clínico de Medicamento (DDCM) da vacina BUTANVAC. A avaliação foi então iniciada", diz a agência. "Transcorridos 72 dias até a data de hoje, 06/06/2021, e após intensas trocas de informações oficiais em que foram detalhadas as informações complementares necessárias, a Anvisa dispôs de 24 dias para trabalhar na efetiva análise, e passou os outros 48 dias aguardando o cumprimento das exigências e a complementação das informações do Instituto Butantan."

Ainda de acordo com a agência, os últimos dados enviados pelo Butantan foram recebidos na última quinta-feira (3) e se tratam de informações referentes ao protocolo clínico. "Estão sendo presentemente analisados pela Anvisa."

Também hoje (6), o governador paulista, João Doria (PSDB), reproduziu em rede social reportagem que trata do pedido de urgência dos gestores estaduais na análise da Anvisa.

A vacina foi anunciada pelo Butantan, que pertence ao governo de São Paulo, como sendo a primeira a ser fabricada no Brasil. 

Goiânia - GO
Atualizado às 04h11 - Fonte: Climatempo
16°
Alguma nebulosidade

Mín. 18° Máx. 31°

16° Sensação
6 km/h Vento
94% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (21/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 16° Máx. 32°

Sol com algumas nuvens
Terça (22/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 17° Máx. 31°

Sol com algumas nuvens